Fisioterapia – Tratamento Polineuropatia

A polineuropatia é um distúrbio neurológico que faz com que diversos nervos periféricos não funcionem corretamente. Esse distúrbio pode ser agudo e aparecer sem sintoma algum ou pode ser crônico e ir evoluindo com o passar do tempo.

Existem diversas causas que podem levar a polineuropatia, tais como: deficiências nutricionais e problemas metabólicos, substâncias tóxicas, mau controle da glicemia em pessoas diabéticas e Infecções, em consequência de toxinas sintetizadas por bactérias  ou uma reação autoimune.

Uma pessoa que contém polineuropatia não percebe a temperatura e a dor e com isso pode sofrer queimaduras frequentes sem perceber. Além disso, podem sofrer lesões em articulações, isso acontece por conta da impossibilidade de percepção das articulações.

Além das manifestações clínicas, as mais comuns na polineuropatia são a dormência, formigamento, dor semelhante a uma queimação, incapacidade de sentir vibrações ou a posição dos membros superiores, inferiores e das articulações. Normalmente a sensação de dor aumenta durante a noite e pode tornar-se mais forte quando a área dolorida é apalpada ou quando acontece uma mudança de temperatura.

É através do estado clínico do paciente em que o diagnostico da doença é feito. Com ajuda de alguns exames complementares podem ajudar a descobrir o grau da enfermidade e assim se iniciar o tratamento para evitar que a doença evolua com o tempo.

 

Fisioterapia para Polineuropatia

A fisioterapia é muito importante para o tratamento para polineuropatia, são as sessões de fisioterapia que podem reforçar a musculatura, equilíbrio e o aumento do desempenho das habilidades do dia a dia. Com isso a fisioterapia consegue melhorar a qualidade de vida da pessoa que possui a polineuropatia. 

Veja mais tratamentos:

Solicite uma ligação de nosso Atendimento
(inclusive aos fins de semana)