Fisioterapia – Tratamento Sesamoidite

A apresentadora Xuxa foi diagnosticada com uma doença no pé chamada Sesamoidite e pode ficar afastada da Rede Globo por até um ano. Ela vem há muito tempo sentindo dores no pé e atualmente usa uma bota imobilizadora. De acordo com seu médico, Xuxa poderá passar por um processo cirúrgico na região para tratar da doença que se deu por longos anos de uso de salto alto e pela dança.

Sesamoidite é a inflamação dos ossos sesamóides, ossos pequenos que ficam na cabeça do primeiro metatarso – osso do peito do pé – (Veja a foto ao lado) e que são submetidos a grandes cargas durante uma corrida ou dança. Quando se impulsiona o dedão do pé, os sesamóides trabalham e a partir dessa atuação podem apresentar alguma irritação.

A patologia pode evoluir para uma artrite crônica, para uma fragmentação dos ossos ou até mesmo para uma necrose (morte celular de um tecido ou do osso).

Os sintomas são:

– Dor;

– Inchaço;

– Calosidade.

O raio-X é o exame feito para detectar alguma alteração óssea e assim diagnosticar a doença, porém a ressonância magnética é mais completa, sendo possível detectar alterações imaturas nos ossos ou tecido.

O tratamento inicial não é invasivo, deve-se usar uma bota imobilizadora para não movimentar o local, sapatos baixos e tomar analgésicos para diminuir a dor. A cirurgia se faz necessária nos casos em que o tratamento conservador não é feito, com isso surgem complicações e a mais grave é a evolução da Sesamoidite para a Osteonecrose do Sesamóide, momento onde a sobrecarga causa uma inflamação crônica e prejudica a circulação de sangue dentro do osso, levando a necrose óssea, ou seja, à morte do osso.

A fisioterapia é essencial para uma completa recuperação após uma Sesamoidite. Como tratamento inicial o fisioterapeuta ortopédico faz exercícios com pouco ou nenhum peso no pé. São aplicadas massagens no tornozelo e na planta do pé para diminuir a inflamação e a dor e, também gelo para causar analgesia. Os exercícios na fase intermediária do tratamento são feitos de acordo com a necessidade do paciente, são eles de alongamento e fortalecimento para melhorar a flexibilidade. Nessa fase são introduzidos exercícios com peso e o paciente ainda estará usando a bota. No final o paciente já pode andar normalmente, mas não exercer força sobre a região, por isso não deve correr ou dançar. Os exercícios são de fortalecimento dos músculos da perna e de estabilidade para os pés. Caso o fisioterapeuta ache necessário, poderão ser feitos contínuos exames de raio-X para acompanhar a calcificação óssea.

A Central da Fisioterapia possui profissionais especializados no tratamento da SesamoiditeSolicite atendimento ou se precisar de mais informações sobre Fisioterapia ou sobre a Central da Fisioterapia, entre em contato conosco abaixo.

Veja mais tratamentos:

Solicite uma ligação de nosso Atendimento
(inclusive aos fins de semana)