Substância pode ser a cura de doenças como Mal de Alzheimer e Parkinson

A descoberta de uma nova substância química foi comemorada na Grã-Bretanha, a substância foi testada em camundongos com sérios problemas de memória e movimento, e como resultado, foi constatado o bloqueio da degeneração dos neurônios dos animais. Ainda em fase de testes, a substância faz parte das pesquisas para tratamento de doenças como Mal de Alzheimer e Parkinson, entre outras.

Em estudo científico publicado pela Science Translational Medicine, mostra o desenvolvimento de diabetes e a perda de peso como efeitos colaterais da substância aplicada nos camundongos, os efeitos colaterais são problemas a serem resolvidos, pois a substância deve agir somente no cérebro.

Considerada uma descoberta importante para a busca de prevenção e tratamento para Alzheimer, foi também o primeiro teste realizado em animais vivos. O composto químico será futuramente testado para combater outros tipos de doenças neurodegenerativas. Ainda em fase inicial, o composto químico necessita de mais pesquisas para aplicação em humanos doentes.