Segundo opinou médico londrino, "Se Schumacher sobreviver, não será mais Schumacher"

O Dr. Richard Creenwood, especialista em lesões cerebrais do Hospital Universitário de Londres, não está tratando do caso de Michael Schumacher, mas emitiu uma opinião sobre o quadro clínico do ex-piloto que está em coma induzido há 3 semanas, desde que sofreu um acidente de esqui e bateu a cabeça.

O jornal britânico “The Times” publicou uma entrevista dada pelo médico e as notícias não foram boas. “Se Schumacher sobreviver, ele não será mais Schumacher. Ele será um Joe Bloggs (expressão parecida com “Zé Ninguém”, adotada no Brasil). Sua reabilitação só será eficaz se ele aceitar essa nova realidade. É um processo muito difícil para as pessoas. Elas precisam aprender a conviver com suas limitações, com o fato de que elas mudaram”, manifestou o Dr. Greenwood.

Esta semana Michael Schumacher passou por uma cirurgia delicada no Centro Hospitalar Universitário de Grenoble, na França, onde está internado desde o dia do acidente. Os médicos que cuidam do alemão retiraram uma parte de seu crânio para tentar diminuir a pressão craniana, o quadro ainda é crítico, mas estável.

Schumi fará novos exames para que os médicos avaliem quais regiões cerebrais foram danificadas e quais permanecem funcionais. Contudo, a data da realização dos exames não foi divulgada.

Os fãs não tiveram informações oficiais da assessoria do heptacampeão e a imprensa estrangeira informou que novas atualizações sobre a saúde do ex-piloto podem levar até meses.