Segundo a família de Schumacher, ele vem apresentando "sinais pequenos e encorajadores"


Os familiares do ex-piloto Michael Schumacher divulgaram uma nota nesta quarta-feira (12) onde mostraram confiança com sua recuperação.

Em coma induzido desde o dia 29 de dezembro, quando sofreu um acidente de esqui nos Alpes franceses, Schumacher não vinha apresentando nenhum indício de melhora. De acordo com a família do alemão, “às vezes surgem alguns sinais pequenos e encorajadores”. Eles sabem que a luta seria dura para ele e continuam confiantes de que Michael vai se recuperar e acordará.

No final de janeiro, os médicos começaram a diminuir as doses de sedativos para tentar retirá-lo do coma quando possível.

O estado de saúde de Schumacher vinha sendo divulgado por sua assessora de imprensa Sabine Kehm. A família disse que se preocupa com a privacidade de Schumi, por isso preferem divulgar poucas notícias sobre o estado do heptacampeão.

“Estamos tentando canalizar todas as energias para o Michael. Acreditamos seriamente que isso o ajudará. Entramos nesta briga juntos com a equipe de médicos, nos quais confiamos plenamente. A lentidão do processo não é uma preocupação para nós. Acreditamos que vamos vencer esta batalha”, disseram a família na nota.   

Para que as articulações, músculos e tendões não endureçam, Schumacher segue com as sessões de fisioterapia. O objetivo dos profissionais que estão cuidando do piloto é manter sua mobilidade, por isso movem os braços e pernas dele pelo menos uma vez ao dia.