Maestro e pianista João Carlos Martins conta sobre sua luta contra a Contratura de Dupuytren

O maestro e pianista João Carlos Martins conta no programa Roda Viva, da TV Cultura, sobre a cirurgia a que foi submetido em 2012, devido à doença degenerativa que paralisava suas mãos, e sobre as sessões de fisioterapia, que auxiliaram na recuperação dos movimentos.

Martins descobriu a doença em 2003, despediu-se do piano e passou a atuar como maestro, consagrando-se internacionalmente. Em 2012 foi informado que poderia recuperar os movimentos da mão esquerda e optou por se submeter à operação.

A cirurgia, que foi muito bem sucedida, seria realizada por meio de implantações de eletrodos no cérebro para restabelecer a coordenação entre o cérebro e os nervos da mão. A recuperação completa se daria após sessões de fisioterapia.

Além dessa última, o pianista já passou por várias outras cirurgias. A primeira foi em Nova Iorque, quando perfurou o nervo do braço durante um treino recreativo de futebol no Central Park e foi submetido a uma cirurgia na mão direita; em 1966 foi operado do apêndice e diagnosticado com embolia pulmonar; e em 1970, as dores na mão direita agravaram, o que o afastou dos palcos.

Em 1988, passou por outra cirurgia na mão direita, pouco antes de descobrir que sofre de Contratura de Dupuytren, a mesma doença que acometeu Leonardo da Vinci. Com as duas mãos comprometidas, Martins resolveu estudar regência e passou por mais uma cirurgia, acreditando que nunca mais tocaria piano novamente.

Atualmente, ele comanda a Orquestra Filarmônica Bachiana, na Sala São Paulo, um projeto de popularização da música clássica e de formação musical de jovens carentes.

As sessões de fisioterapia após a cirurgia consistem em exercícios de alongamento, que ajudam a recuperar a mobilidade dos dedos.

Central da Fisioterapia realiza atendimento em diversos casos de Contratura de Dupuytren. Solicite atendimento ou se precisar de mais informações sobre Fisioterapia ou sobre a Central da Fisioterapia, entre em contato conosco. Agende uma pré-avaliação via telefone. Será um prazer atendê-lo!