Fisioterapia usa vídeo game interativo para auxiliar reabilitação de pacientes

Baseados no fato de que ossos, músculos e articulações ficam mais frágeis com a idade e podem ocasionar sérias consequências, pesquisadores desenvolveram uma maneira de fazer com que o condicionamento físico de idosos ou adultos e crianças com distúrbios como síndrome de Down, paralisia cerebral e insuficiência cardíaca, melhore através de um tratamento complementar da fisioterapia que pode evitar maiores complicações.

O vídeo game Nintendo Wii Fit vem sendo usado há 10 anos nos Estados Unidos e Canadá no tratamento de pessoas que fizeram cirurgias de lesões nos joelhos. No Brasil, o método chegou para ser trabalhado em pessoas que têm labirintite ou alguma doença neurológica decorrida de acidente vascular encefálico (AVE/AVC).

Por meio da tecnologia, é possível que os pacientes trabalhem suas habilidades motoras e assim, melhorem o equilíbrio, ganhem força muscular, percepção visual e tátil, tudo isso através de uma brincadeira divertida supervisionada por um fisioterapeuta.

Os movimentos que fortalecem membros superiores e inferiores são os mesmos usados em esportes como futebol, tênis, golfe e boliche, mas no lugar de tacos ou raquetes, é através de um controle móvel sensível ao deslocamento do corpo que os movimentos são reproduzidos.