Fisioterapia Aquática

A Fisioterapia Aquática se respalda na utilização de piscinas abertas e de água aquecida. Está é outra modalidade de fisioterapia que tem como ponto principal a sua realização por parte de um formado na área de fisioterapia. Os efeitos dessa técnica são influenciados pela propriedade física da água, que desempenha um papel fundamental para fins terapêuticos.

Uma das finalidades da temperatura elevada da água é fazer com que os músculos relaxem. A fisioterapia aquática pode promover ainda um aumento na demanda de sangue para os músculos. Além disso, há uma melhora na capacidade de respirar, nos hormônios e também renais dos pacientes. Sem contar que dependendo da condição em que a pessoa se encontra, dores e espasmos musculares também diminuem.

Há uma preocupação em termos de sistematizar a prática baseada em evidência dentro da área de atuação da fisioterapia aquática, o que levará avanços na área e fornecerá aos fisioterapeutas maior embasamento científico para a prática profissional.