Fascite plantar pode ser tratada pela fisioterapia aquática

A fascite plantar é uma inflamação na fascia plantar, ou seja, sola do pé. Trata-se de microtraumas que causam muita dor no calcanhar, principalmente na primeira pisada após acordar. O problema deve ser tratado o mais rápido possível, antes que se torne uma doença crônica, o que dificulta e retarda a cura.

Há diversas formas de tratamento, como antinflamatórios, uso de palmilhas especiais, restrição de atividades como corrida e caminhadas e do uso de salto. Porém, foi descoberta recentemente a importância da fisioterapia aquática, além da fisioterapia ortopédica, no tratamento da fascite plantar.

A diminuição ou anulação da força da gravidade faz com que o paciente possa caminhar numa profundidade ideal, diminuindo a dor e melhorando a circulação. As técnicas utilizadas são: alongamento da musculatura posterior da perna (panturrilha, batata da perna e tendão de Aquiles), alongamento na musculatura do tornozelo e calcanhar e exercícios de turbulência para massagear a região da planta do pé.

Para a realização dos exercícios, é necessário que a musculatura esteja relaxada, por isso, a água deve estar em temperatura ambiente. São recomendadas piscinas de natação, running em “deepwater” (sem tocar no solo) e hidro-pilates.

No caso de fascite crônica, os métodos devem ser mais rigorosos, como Bad Ragaz, uma forma de realizar os mesmos exercícios, mas na horizontal.

Central da Fisioterapia realiza atendimento em pacientes com Fascite Plantar. Solicite atendimento ou se precisar de mais informações sobre Fisioterapia ou sobre a Central da Fisioterapia, entre em contato conosco. Agende uma pré-avaliação via telefone. Será um prazer atendê-lo!