Em 10 anos, morte por obesidade triplica

Segundo levantamento realizado pelo Estadão Dados, em um período de dez anos, o número de brasileiros mortos por doenças diretamente relacionadas à obesidade triplicou. Em 2001, o número era 808. Em 2011, passou para 2.390, tendo um aumento de 196%.

Na pesquisa foram consideradas apenas as mortes em que a obesidade é a causa primária, já que doenças comumente potencializadas pelo sobrepeso, como o infarto e o AVC podem ser causadas por outros fatores.

O secretário de Atenção à Saúde do ministério, Helvécio Magalhães, afirma que o motivo principal é a "epidemia de obesidade" pela qual o Brasil está passando. "Outros países viveram isso primeiro, com alto consumo de alimentos industrializados e sedentarismo. O Brasil, ainda que mais tarde, está vivendo agora. Pesquisas feitas anualmente pelo ministério mostram que a obesidade e o sobrepeso têm aumentado muito", explica.

Já o chefe do grupo de obesidade e síndrome metabólica do Hospital das Clínicas de São Paulo, Marcio Mancini, acredita que a causa é a falta de políticas públicas de prevenção e tratamento. De acordo com o especialista, o problema deve ser controlado desde a infância, pois quanto mais cedo se instala a obesidade, mais cedo a pessoa pode morrer.

Em março deste ano, a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) abriu um processo de triagem para selecionar candidatos à cirurgia bariátrica. Dentre os 3 mil candidatos, a fila de espera ainda tem 2 mil pessoas.

Central da Fisioterapia possui profissionais aptos para tratar complicações causadas pela obesidadeSolicite atendimento ou se precisar de mais informações sobre Fisioterapia ou sobre a Central da Fisioterapia, entre em contato conosco. Agende uma pré-avaliação via telefone. Será um prazer atendê-lo!