Causas, sintomas e tratamentos para Úlcera de Pressão

Pacientes que estejam acamados por períodos longos podem ser acometidos pela Úlcera de Pressão, também conhecida como Escaras, quando está em último estágio. Seu desenvolvimento ocorre por meio de pressões em algumas regiões do corpo por muito tempo. Os lugares mais comuns para se desenvolver são as nádegas, cotovelos, troncos, entre outros. A fisioterapia trata esse problema através de aparelhos que visão à redução delas.

Causas

As situações que mais contribuem para o surgimento da Úlcera de Pressão são imobilidade, pressões prolongadas, fricção, traumatismo, idade avançada, desnutrição, incontinência urinária e fecal, infecções, falta de vitaminas, pressão arterial, entre outros.

Sintomas

Os sintomas podem variar, pois são os estágios de cada Úlcera que determina como serão as formas de tratamento. No primeiro estágio, por exemplo, os pacientes apresentam uma pele intacta, mas há regiões com marcas vermelhas, com níveis baixos de Úlcera de Pele. No último estágio são apresentadas lesões significativas, em que os locais comprometidos ficam totalmente necrosados.

 

Fisioterapia para úlcera de Pressão

A forma como um paciente com úlcera de pressão deve ser tratado é através de uma equipe multidisciplinar, em que estão presentes Fisioterapeutas, Médicos, Enfermeiros, Nutricionistas e Psicólogos. Os profissionais de fisioterapia, porém, farão o tratamento por meio de equipamentos próprios para essa situação, como o laser ultra-violeta e infra-vermelho.

A Central da Fisioterapia conta com profissionais habilitados para tratar pacientes que estejam com Úlcera de Pressão. Entre em contato com nossos atendentes. Será um prazer atendê-lo.